quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Amo te(ou não)

Nunca na vida se falou tanto em vacinação como agora, digam lá se não daria jeito uma vacina catita que nos protege-se do efeito mais abrangente que a palavra "amo-te" nos causa!?
Eu cá por mim acho que daria imenso jeito termos no nosso plano de vacinação uma vacina anti-amo-te. E que fosse condição extrema para as relações emocionais, exemplifico:
ele : olha querida és linda, és um sonho de mulher , e eu...
ela: espera, espera, por acaso até sou mas aqui tens a actualização da minha vacina, mostra-me a tua por favor.
Já imaginaram o que seria uma vacina que nos prevenisse da desilusão de perdemos tal termo? Algo que nos evitasse a angústia da perda, que nos remedia-se a culpa, que nos anestesiasse da dor e mais ainda que nos evita-se o sofrimento extraordinário que ocorre quando nos enfiam uma faca directamente no coração e a retorcem no exacto momento em que nos dizem: amo-te.
Sim porque o "amo-te" até se diz na hora despedida, quem já não ouviu "...amo-te, mas". Um vacina que nos causasse surdez aquando do "mas". Era de génio.
Nunca se usou e abusou tanto desta singela e à partida inofensiva palavra como hoje, ela serve para tudo...mas basicamente a grande função é a de manipular quando existe um interesse guardadinho bem no fundo do cerebro da pessoa que a diz.
Não faltam indicações emocionais para os danos que a falta da milagrosa vacina nos causa.
Mmmm falta de apetite (que até dá jeito) a insónia que nos assombra todas as noites. Que bom seria eu ter injectado no meu sistema e me imunizado de tal privação. Mas não, estamos destinados a enfrentar a doença que a palavra "amo-te" nos causa a sangue frio e com carinha de heroínas.
Que bom seria sairmos da situação complicada em que nos metemos com a nossa auto-estima intocável, com a nossa lucidez intacta.
Que se faça essa vacina, a nossa saúde emocional estaria muito mais protegida.

53 comentários:

Orquídea disse...

Quando encontrares essa vacina, avisa-me.
O tema em si é sério mas já me fez rir.
Rio talvez porque os efeitos dessa palavra já me estão a passar, palavra essa dita da boca para fora, sem sentimentos, com uma frieza incrivel e com um egoismo maior que tudo.
Será que o dizem com medo de ficar sozinhos? Será que é isso?
Embora ja esteja a passar, eu quero que a inventem pois quero estar vacinada durante muito tempo.

Beijoca para ti.
Eva

@tt disse...

Meu anjo... ao (re)ler-te tive obrigatoriamente que parar, fazendo uma retrospectiva desse tal 'amo-te'... Nos rápidos flashes que vaguearam na minha mente recordei certos momentos em que preferia ter sido vacianada. Não creio que mesmo vacinada, fosse imune...
Contudo, fico feliz por saber-me isenta do famoso 'amo-te, mas...', é completamente inexistente na minha vida. Já quanto ao 'adoro-te/gosto muito de ti, mas...', a coisa é bem diferente, nada que não tivesse feito de mim quem sou hoje... agradeço a todos! =))

E sim! Sou a favor dessa vacina (já há petição???). ;))



Bom post!
Beijo-te.

Lalisca disse...

Eva concerteza que te avisarei, quanto mais vacinados houverem menos hipótese de contágio...


beijos

Lalisca disse...

Attitude é bem verdade tudo o que vivemos faz o que somos e o que damos e tiramos.

Comecemos essa petição, porque não?


beijos minha querida e obrigada pela presença sempre extraordinária e expressiva.

@tt disse...

... mas sabes, às vezes gosto de ser contaminada! ahahahahh ;))


Vamos lá à petição!


Bj meu.

Lalisca disse...

Attitude eu sei que sim, por isso não sei se vale a pena a vacinação.

Mas vamos pensar nisso, acho premente essa petição ;)


beijos em ti

Rei Lagarto III disse...

Façam uma petição para cair o malho aos gajos que dizem isso com agenda própria.

E às gajas o que é que se faz?

Beijo

Bombastic disse...

Palavra que nunca fez parte do meu vocabulário...
...nunca gostei de a dizer nem de a ouvir.

Gosto do Adoro-te (sem o - mas...,)


;)))

kiss

Lalisca disse...

Lagarto, sempre podes ficar com ala masculina, eu por mim já carrego uma ala enorme...ihihih, sei-te ponderado nesse sentido.


beijoca

Lalisca disse...

Bombastic se calhar tens o gene da vacina, apresenta-te no instituto Pasteur(acho que é assim que se escreve) para exames detalhados.

:)

beijos

Blue disse...

Injecta-me uma agora mesmo...

kiss

Bruno P. disse...

Pois é "minha" querida Lalisca... muito jeito daria essa dita vacina, mas melhor seria se ninguém precisasse dela por nem sempre se empregar a palavra "amo-te" quando apenas se o sente verdadeiramente.

Por outro lado, onde estaria aquele lado que construímos e batalha-mos ao longo da nossa vida para crescer-mos enquanto ser humano em busca da felicidade? Nenhuma relação falhada nos iria ensinar a ser mais fortes, a conhecer melhor as nossas fraquezas e a encontrar a pessoa que realmente nos preenchia, como tal acho que todos iriam passar a vida a usar vacinas e ninguém seria feliz nem ouviria um único "amo-te" na sua vida. Evitaria-se o lado negro e do sofrimento, é certo, mas valeria mmo a pena?

Nada como ao natural, já alguém o dizia, a natureza é perfeita, nós é que a estragamos/adulteramos ;)

Beijinho! *

Lalisca disse...

Blue acabei de vir do teu blog e pensei exactamente o mesmo, nem de propósito, injectaria se pudesse.


um beijo curativo

Lalisca disse...

Bruno és Balança naturalmente, tal como eu, agora imagina uma Balança magoada...o que sentes!? a dormencia?
a injustiça?
o lado negro que emerge?
a vontade de desaparecer?

Partilho do teu raciocinio mas neste momento preciso mais da vacina do que uma visão romantizada do amor.

love sucks, e é bem verdade.
quando ele existe de verdade...claro.


obrigada e bem hajas pela bela partilha.


beijos

Prelúdios Fugazes disse...

Sempre achei piada a uma Mulher irónica, capaz de verbalizar esse lado tão reprimido.
Confesso que fiquei surpreendido com este teu lado, mas pela positiva, acho que no fundo sempre soube que não serias mais uma boazinha neste mundo de moscas mortas...

gostei Lalisca...muito.

beijos

Lalisca disse...

Prelúdios que de Fugaz nada tens.

Levariamos uma tarde inteira a disertar sobre a dita, a virolenta Ironia.
A minha só vem quando intrisecamente provocada.
É que não nos fica nada bem exorcizarmos a Ironia que tão bem caracteriza o ser Humano. Fica-nos mal, cai mal e nós devemos ser soldadinhos muito bem socializados.

Bem isto tudo Carissimo para te dizer: que se foda a minha inabilidade de silencia-la neste momento


obrigada e um beijo

Prelúdios Fugazes disse...

És sempre assim tão mental!?

Lalisca disse...

PF,


promiscuamente mental,



beijos

No Devil disse...

Não te amo mais
Estarei mentindo dizendo que
Ainda te quero como sempre quis
Tenho a certeza que
Nada foi em vão
Sinto dentro de mim que
tu não significas nada
Não poderia dizer mais que
Alimento um amor
Sinto cada vez mais que
Já te esqueci!
E jamais usarei a frase
Eu amo-te!
Sinto, mas tenho que dizer a verdade
É tarde demais...

Ps- Agora lê de baixo para cima ...
Como em tudo na vida as palavras tem a interpretação que cada um de nós lhes quer dar, por vezes não as compreendemos nem compreendemos como é que alguém nos pode dizer que nos ama e não nos quer, mas de certeza que muitos deles tem as suas interpretações e as suas razões...Como tu tens a tua ...

Beijo

@tt disse...

Eu diria que quem não lhe estimula a mente, não lhe excita o corpo...
Estou a gostar disto, estou...


Há mais (queremos mais, queremos mais, quremos mais e muito mais...)???



Beijos.

Lalisca disse...

No Devil bastante lúdico o teu exemplo que as palavras têm o sentido que lhes queremos dar,

mas para mim há as proibidas, que são as de sentido único e irreversível, aquelas que depois de ditas causam a morte.


beijos

Princesa_Da_Noite disse...

Tudo nesta vida está banalizado demais, e a palavra "Amo-te" não é excepção.
Bjs em ti.
Princesa Da Noite

Lalisca disse...

@tt nem mais, e sei que ainda tenho muito tempo de excitação mental na minha vida, sei disso.E consequentemente de fisica tambem...


beijo-te querida.

Prelúdios Fugazes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Prelúdios Fugazes disse...

Attitude Problem (gosto deste nick) se a Lalisca me permitisse teriamos mais e mais, porque gosto duma Mulher com uma inteligencia acima do habitual, nada me agrada mais do que esse forte afrodisiaco chamado inteligencia que vai rareando por esse mundo fora.

Por mim ela terá sempre a mente estimulada.

beijos

Lalisca disse...

Princesa da Noite desbanalizemos então apartir de agora.

deixo te beijos

:)

@tt disse...

Lalisca, na aproximação com alguém descobri esta pérola:
«Algumas pessoas estão sempre resmungando porque as rosas têm espinhos. Eu sou grato porque os espinhos têm rosas. (Alfonso Karr)»
E eu... acredito na tua beleza! ;))


Quanto a ti Prelúdios, faça o favor de passar ao nível seguinte. Apreciar o nick, adorar a pessoa (gosto pedir o além!).
Que essa permissão seja cedida de passadeira vermelha... Vocês intrigam-me e eu amo! lol


Beijo-vos.

Lalisca disse...

@tt gosto de estimular-te, sabes disso e eu gosto de ti (bem) estimulada.


ah e mil beijos

Sober disse...

Sem dúvida que concordo.
Hoje em dia diz-se com tanta facilidade a palavra "amo-te" como se de uma coisa simples se tratasse.
É pena,uma palavra que carrega tanto sentimento ser tratada de uma forma tão sem sentido nenhum.

BlackQuartzo disse...

Não será antes mais benéfico a criação de uma vacina para imunização da frustração, daqueles que nunca sentiram o verdadeiro poder da palavra?

Casanova disse...

AMO-TE!
Sempre!
Para sempre!

Simples, sem complicações e trocadilhos...mas verdadeiro!

beijoooooooooo


@tt: ADORO-TEEEEEEEEEEEE!

beijooooooooooo

@tt disse...

Lalisca, não me tentes querida (ainda hoje é 5ª feira!). ;))


Meu querido Casanova, não duvido dos nossos sentires porque sei que não existe um '...mas'.

Este espaço é só troca de mimos. Que bom!!!


Beijo-vos.

Vontade de disse...

Preciso urgentemente dessa vacina, para poder aproveitar mais a vida.

Lalisca disse...

Sober acho que na boca da boca de algumas pessoas essa palavra deveria ser banida.


De outras não...

beijos :)

Lalisca disse...

BlacjQuartzo sabes concerteza que a ignorancia protege-nos ;)

beijos

Lalisca disse...

Casanova e apesar dessa beleza fisica toda (que a tens) não te tornaste um ego exarcebado, uma criatura cheia de impáfia...

Eu ainda sou daquelas que aprecia a simplicidade dum sentimento, especialmente daqueles que não tenho que vacinar-me, e consequentemente imunizar-me.

um beijo pela presença e pelo amor.



no moore drama in my life.

Lalisca disse...

@tt eu adoro mimo, e até tenho uma certa fama de mimada...ehehehe. Que corroboro na totalidade.


beijinho de miminho.

Lalisca disse...

Vontade de,


compreendo muito bem e estou solidária.


beijinho

Prelúdios Fugazes disse...

Gosto de debates produtivos...
De participar e ouvir...

Gosto de observar algumas tentivas de qualquer coisa que ainda não percebi e nem quero.


Enfim, vai bonito minhas Senhoras, keep going.


beijos

@tt disse...

Bem mimada é o que se quer e nem se precisa entender! =))



Beijo-te.

Who Am I disse...

Há uns tempos apanhei um texto lindíssimo na net, que não sei de quem é...mas que transcrevo aqui uma parte, na tentativa de não ser necessária a petição para a vacina:

"... Mas apesar de vivermos num mundo globalizado e absurdamente “fast”, o coração e o amor continuam requerendo apenas uma condição: que você tenha a coragem de se entregar, de arriscar, de se tornar vulnerável e, enfim, ser você mesmo!E se, depois de tudo isso, não der certo, tenha a certeza de que deu!!!"

beijinho

▒▓█► JOTA ENE disse...

ººº
Olha, nem eu sei... eu bem pergunto ao coração, mas,,, népia.


Bjos dos meus.

Lalisca disse...

Wai a minha certeza é existente...


beijos e obrigada minha linda.

Lalisca disse...

Jota por vezez é melhor nao pensar...


beijocas das minhas :)

Charmoso disse...

Manda-me um pouco dessa vacina... bjs com charme

Nuno G. disse...

só para te convidar para a apresentação do meu livro dia 6 de Novembro, no Porto, 18 horas, Espaço Imerge (R. Santa Catarina,777)

www.minha-gaveta.blogspot.com

Doce Pecado disse...

Amo-te!
No outono da minha vida a ouvi pela primeira vez.
Enlouqueci. Vivi as mais lindas palavras que poderiam ser ditas, as mais sinceras emoções, a magia de um amor puro e sincero.
E magoei quem mais o sentiu por mim.
Sim, é verdade essa é uma palavra que não sei porquê, nos faz ir á lua e voltar num minuto.

Lalisca disse...

Charmoso se pudesse dar-te.ia. ;)


beijinho

Lalisca disse...

Nuno obrigada e as melhores felicidades para ti e para o teu livro.


bjs

Lalisca disse...

Doce Pecado senti a sinceridade do teu comentário, talvez e nesse caso a pessoa que te disse foi aquela que precisou da vacina...

Mas há sempre uma segunda oportunidade, acredita nisso. Tudo ainda está em aberto e pode surgir onde menos esperas e aí talvez com mais experiencia possas agarrar esse amor.

Quanto ao Outono, não acredito pelo que vou lendo teu eheheheh ;)

beijos e obrigada.

Sofa Surfer disse...

É por essas e por outras que acho a palavra "amo-te" tão falsa e tão provida de sem sentido!
O amor demonstra-se todos os dias, não por palavras, mas por gestos e atitudes...

... o "amo-te" é tão banalizado que acho que já criou uma estirpe nova e se mutou, perdendo toda a capacidade poderosa que tinha antes...

... ou então serei eu um especime que criou anti-corpos a palavra "amo-te"?

Bjo imunizado,
sofasurfer

Lalisca disse...

Sofá tens que ser analizado...


vai uma romã!?

obrigada e um beijo

DarkRapunzel disse...

Bom dia!
Desculpe a cusquice ao seu blog e o comentário a esta sua entrada.. mas a verdade é que não podia ficar indiferente, porque fez-me lembrar uma entrada num blg meu á qual fala que deveria-mos ter uma vacina mas contra o amor... assim o mal seria logo cortado pela raiz... :)
Estou a brincar claro, o amor é sempre bem vindo seja na quantidade que for o da maneira que for, mas as vezes sabia mesmo bem ser vacinado contra ele para não haver efeitos secundário! :)
Beijos...