sexta-feira, 17 de julho de 2009

Ele...

( Lalisca)






Delicioso sentir esse cuzinho, aumentei o ritmo e sentia o teu corpo a tremer a cada estocada, não aguentei muito mais e esporrei-me todo dentro dele enquanto te dizia...- " Sente o meu leitinho putinha, sente-me amor "Sai de dentro de ti, inclinei-me sobre o teu corpo, beijei-te e disse-te ao ouvido...- " É delicioso sentir-te meu amor, és incrível "
Enquanto me dirigi á casa de banho para me lavar ele ficou a beijar-te e a tocar-te, estavas a escorrer e eu com uma vontade imensa de voltar para ti.Todos os momentos vividos até aqui foram deliciosos, a nossa cumplicidade a nossa entrega. Nós os 2 estávamos ali para ti, diversas vezes falámos sobre isso, eras o centro de todas as nossas atenções e esta noite era tua meu amor...Voltei rapidamente para a cama, estavas deitada de barriga para cima de pernas bem abertas enquanto ele te lambia a cona... esse teu olhar... deitei-me ao teu lado e beijei-te como sei que adoras, a minha língua percorria os teus lábios e as minhas mãos apertavam os teus mamilos erectos entre os meus dedos...
Estava duro novamente, acho que nunca deixei de o estar, a forma como me deixas é única, a tua mão agarrava nele e masturbava-me...queria provar-te beber de ti , tinha sede da tua cona... fui descendo pelo teu corpo, beijei , lambi e mordi os teus seios, a minha língua deixava um rasto de saliva na tua pele, percorri a tua barriga e retive-me por momentos na coxa da tua perna esquerda...olhava-o a lamber a tua cona e a enfiar os dedos dentro dela, esta imagem ainda me deixou mais louco. Continuei o meu trajecto pela tua perna e beijei os teus pés inserindo os dedos na minha boca e chupando cada um deles...
Ele como antecipando a minha vontade e numa troca de olhares cedeu-me o seu lugar, e eu assim o fiz.
Olhaste-me e não foram precisas palavras, os teus olhos diziam tudo, rapidamente a minha língua entrou em ti, sôfrega desse teu licor que me inebriava os sentidos, lambi, chupei, bebi e apreciei cada cm de ti, a tua cona completamente rapada, a pele suave, o liquido que brotava de ti como se tratasse de uma fonte onde eu saciava a minha sede, abria-te bem com os meus dedos e enquanto os enterrava em ti a minha língua lambia o teu clítoris em movimentos frenéticos... Os nossos corpos dançavam num ritmo por nós criado, e após te tocarmos e beijarmos durante mais algum tempo decidimos que deveríamos ir jantar, lembro-me que não tinhas muita vontade de o fazer...lolol
Vesti-me e desci á vossa frente, tinha que fazer uma chamada e fiquei á vossa espera á porta do Hotel... quando saíram fiquei pasmado a olhar para ti dentro daquele vestido preto... estavas linda, as tuas longas pernas em cima de umas sandálias de salto alto vermelho e um provocante e generoso decote que deixava a vista metade dos teus deliciosos seios...Percorremos os 3 esse curto caminho até ao restaurante japonês que ficava a uns 100mt do hotel, ao entrar muitos olhos se fixaram em ti, e não foram só olhares masculinos, ao chegarmos á mesa ele sentou-se á tua frente e tu pediste-me para ficar ao teu lado, assim que me sentei a tua perna percorreu a minha enquanto a minha mão sentia a tua coxa e deslizava para o meio das tuas pernas, notava que isso o excitava, que mesmo sem ver adivinhava o que eu faria cada vez que a minha mão abandonava a mesa e se escondia por baixo dela...Conversámos sobre várias coisas nunca deixando de trocar olhares provocadores...Comemos o sushi e fomos ao buffet que se encontrava na parte de baixo do restaurante, ao desceres as escadas reparei nos olhares que se fixavam nessas pernas e nesse decote... enquanto esperávamos as minhas mãos por vezes percorriam o teu vestido tocando suavemente nas tuas nádegas...Voltámos para os nossos lugares e lembro-me de 2 casais que estavam ao nosso lado, eles não tiravam os olhos de ti e elas já pareciam incomodadas com a forma já nada discreta como eles te comiam com o olhar...Penso que em cada momento desse jantar as nossas cabeças não saiam do quarto do hotel, era para lá que queríamos voltar bem rapidamente, pedimos a conta e percorremos o curto caminho de volta, entramos no elevador a viagem decorreu na rapidez de um sorriso e olhar cúmplice que trocámos, quando as portas se abriram e ainda no corredor, a minha mão levantou a parte de trás do teu vestido e os meus dedos tocaram suavemente na tua cona, mesmo por cima da tua tanguinha, dava para sentir o quanto estavas molhada e quente...Entrámos no quarto e num ápice as roupas saltaram dos nossos corpos...






Amo-te






Lostintemptation

31 comentários:

Lalisca disse...

Lost is Temptation, quando digo que sexo por sexo não tem valor é neste mesmo sentido em que o descreves...

...foi mais que sexo!
...foi mais que tudo!

adorei do primeiro minuto ao ultimo e o ultimo ainda não aconteceu, por vezes quase que me sinto lá de novo.

Entre vôs, do mais puta que pode ver...

Adoro o que és, como és e obviamente o que (me) fazes!

Espero-te...


adoro-te...imensamente meu Instigador!


beijos dos nossos;)

Santa e Pecadora disse...

Foi delicioso o que acabei de ler...cada gesto, cada toque , cada movimento dos vossos corpos....
Fiquei com inveja de não ser eu tambem

:)))
Beijos Pecadores

Luna disse...

Deliciosamente...provocante!
Mesmo que comum cada vez e com cada um de nós é único. Inimitável. Os aromas e sabores mesmo em mistura identificam-se. E quando não se identificam melhor ainda.
Boa continuação em desfrutes cada vez mais ousados.
Bj de Lua Cheia

Lalisca disse...

Santa e Pecadora, foi delicioso sem dúvida e ler este relato deixa-me quente, desejosa de mais...

Pensa que podes deixar de sentir inveja (sei que é da boa), que podes deixar de ser leitora...

beijos extremamente quentes...

Orquidea disse...

Ao fim do dia ler um texto destes ...deixa-me com uma sede que nem te conto porque vou agora mesmo matar a sede....:)
Um beijo grande

Santa e Pecadora disse...

Deixar de ter inveja é impossivel porque posso saciar essa inveja(da boa) a qualquer momento.....deixaste-me foi ainda mais louca

Beijo pecador

desejo disse...

Que cena! Senti-me personagem deste filme.

Lalisca disse...

Luna é sempre bom ultrapassar uma barreira e se fôr "proibitiva" tanto melhor, se fôr desafiante ainda mais tenho tendencia a fixar-me, adoro sentir-me desafiada, tentada a...

beijos e obrigada!

Lalisca disse...

Orquidea sacia a sede não te quero sequiosa, aqui tenho por mote saciar e deixar que se saciem!

e já agora um beijo.

Lalisca disse...

Santa e Pecadora deixei!?


isso é bom creio eu...;)


beijos...

Lalisca disse...

Desejo é esse o meu desejo!

obrigada e um beijo.

Luxúria sentida... disse...

cena bem louca,imagino então ao vivo...credo!!!
bjs de luxo

▒▓█► JOTA ENE ® disse...

Foto do post... a própria?

Bjo___fotografado

LBardo disse...

Sem barreiras,sem roupa, sem proibições.

Vestidos de pele, de sentidos, do querer tudo.





Bj do meu parapeito

PS. passo a cena do peixe cru... argh!

Lalisca disse...

Luxúria Sentida ao vivo é sempre melhor vivida!

bem vinda,


beijinho

Lalisca disse...

Jota a própria propriamente espero que não muito imprópria hehehe!


beijinho

Lalisca disse...

LBardo para ti era o cozidinho!?


beijo e obrigada;)

Casanova disse...

Que dizer mais quando quase tudo já foi dito pelo nosso amigo.

Apenas que mereces cada segundo vivido entre nós!

Curiosa foi a forma como tudo se passou...os dois planeamos fazer-te um sem fim de malandrices e no final a cumplicidade foi de tal forma que vivemos momentos unicos.

Ficando tudo o que planeamos para uma proxima vez!

Nunca é demais dizer-te...Amo-te sempre e depois de sempre!

▒▓█► JOTA ENE ® disse...

*
Muito imprópria?

Até corei e só vi umas bela pernas e uuns belos sapatos com umas unhas bem pintadas.

Bjo ... (imaginando-TE)

LBardo disse...

... para mim são outros banquetes, sabes que sim.


Que venha o cheiro de ostras, maresias salgadas.




bj. do meu parapeito

Lalisca disse...

Casanova como já referi há coisas tão boas de serem vividas que é uma pena se não as vivermos...vive-as sempre na sua plenitude, foi isso que nos aconteceu...uma plenitude soberba...tão deliciosa.


adoro-te ;))


beijo com lingua portuguesa.

Lalisca disse...

Jota assim fico timida, acredita que sou timida.hihihihi...
Gosto que gostes;)


beijos fotográficos.

Lalisca disse...

LBardo não te distraias do banquete principal, isso é que não;)

beijos

BlackQuartzo disse...

Acontecimentos espelhados...

Lalisca disse...

Com reflexos perfeitos.

Corvo Negro disse...

Que simbolo representará a cruz desenhada?

Lalisca disse...

Corvo Negro as cruzes descruzam-se...


beijos

Corvo Negro disse...

Ai sim? Sempre?









:)
Parece-me perigoso!

Lalisca disse...

Corvo Negro


Não sempre, mas perante o merecedor, esse facto dá-se...


beijos

Corvo Negro disse...

Hábil seja.

Gatinha fogosa disse...

delicioso este relato, fiquei com um enorme desejo de ser a protagonista lol

beijos